A sorte trgica dos ndios e do Brasil - Noticias em destaque

A sorte trgica dos ndios e do Brasil



Por Ulisses Capozzoli ? Passei praticamente os anos 1990 e alguns outros depois fazendo trabalhos na Amaznia. Alguns longos, como um caderno especial do ento ?Estado? de um domingo (8 de dezembro de 1996) sobre ndios brasileiros: quem so, quantos so, a que troncos lingusticos pertencem e onde esto, entre uma infinidade de outros dados. Foi o que me levou ao fascinante mas tambm apreensivo Vale do Javari, local da mais recente catstrofe deste pas em que, a se considerar um dos slogans da ditadura militar, Deus abriu mo da nacionalidade. Deus, que segundo os generais e seus ministros sebosos (alguns deles ainda dando as cartas aqui e ali) era ?brasileiro?. O cinismo cretino e grosseiro de sempre. Truculentos como s os brutos podem ser. Muitas vezes, sob enorme presso emocional, ca no choro. No h como evitar. No chorei a dor dos povos indgenas/caboclos na frente deles, por uma questo de pudor e respeito. Chorei dissimuladamente, beira do rio, no interior de uma maloca em que estivemos abrigados, eu e Itamar Miranda, o corao mais generoso que encontrei em uma redao de jornal com sua fauna diversa: Gente adorvel & repugnante. No segundo caso, pouco competentes, invejosos, raivosos, dissimulados, cheios de ressentimento. Itamar, do outro bloco: afvel, adorvel, afetivo, com abertura mental/ espiritual de que os outros se ressentem. Por isso eram/so o que so. No Javari encontramos Sydney Possuelo ento responsvel pelos isolados num contato com um gr...
URL: http://antesqueanaturezamorra.blogspot.com

--------------------------------
 

-------------------------------------